Cuidados na manutenção Ex

Por maex • jul 19th, 2017 • Categoria: Atmosferas Explosivas, Eletricidade, Segurança, Áreas Classificadas

Os equipamentos mecânicos, elétricos, de instrumentação e processos são possíveis fontes de ignição em atmosferas potencialmente explosivas caso possam causar centelhas, atritos ou superfícies quentes. Uma das principais estratégias para evitar explosões em áreas classificadas formadas por gases, vapores, névoas e pós combustíveis é o uso de equipamento elétrico especial (Ex), que não promove ignição quando corretamente especificado, instalado, mantido e operado.

Vale lembrar que a ocorrência de uma explosão nos ambiente sujeitos a atmosferas explosivas de gases está sujeita à presença de três condições simultaneamente: gás inflamável, oxigênio e uma fonte de ignição. A supressão de um ou mais destes componentes pode evitar uma explosão. A proporção de gás inflamável e oxigênio necessária para formar uma atmosfera explosiva varia de acordo com o gás.

O objetivo de reparação dos equipamentos para uso em atmosferas explosivas é restabelecer a integridade do equipamento conforme projeto original. A execução da manutenção dos equipamentos Ex deve atentar para algumas características importantes, como as descritas a seguir.

O objetivo da reparação dos equipamentos para uso em atmosferas explosivas é restabelecer a integridade do equipamento conforme projeto original. A execução da manutenção dos equipamentos Ex deve atentar para algumas características importantes, como as descritas a seguir.

Condições ambientais

Os equipamentos elétricos em áreas classificadas podem ser adversamente afetados pelas condições ambientais,  como corrosão, temperatura ambiente, exposição à radiação ultravioleta, ingresso de água e acúmulo de pó.

Nos casos de equipamentos instalados em regiões litorâneas, conhecidamente afetados pela salinidade, seja por projeções contínuas de água, pela limpeza com jatos de água de alta pressão ou por erosão, devem ser tomadas precauções adicionais que amenizem tais impactos.

A corrosão das partes metálicas pode afetar a integridade do tipo de proteção do equipamento, e se o invólucro ou componente estiver severamente corroído, deve ser avaliada sua substituição. Desta forma, é recomendado que os invólucros metálicos em ambientes corrosivos sejam protegidos com um revestimento adequado. Os invólucros de plástico também merecem cuidados, pois podem apresentar trincas superficiais, capazes de afetar sua integridade.

Instalações intrinsecamente seguras

Tem sido difundido que os trabalhos de manutenção nessas instalações podem ser executados com os equipamentos energizados. Porém, cabe ressaltar que geralmente os trabalhos mais comuns de manutenção envolvem:

  • desconexão e substituição de partes do equipamento elétrico;
  • ajustes para calibração de dispositivos do sistema ou do equipamento elétrico;
  • remoção e substituição de qualquer componente tipo “encaixe rápido”;
  • utilização de quaisquer instrumentos de medição especificados no Prontuário de Instalação;
  • outras atividades de manutenção especificamente permitidas nos procedimentos aprovados pelo profissional habilitado.

Se os instrumentos de medição não estiverem especificados no Prontuário da Instalação, somente poderão ser utilizados os modelos que não afetem a segurança intrínseca do circuito onde será realizada a manutenção.

Documentação

Para a execução adequada da manutenção, devem estar disponíveis pelo menos:

a) os desenhos de classificação de áreas, indicando as extensões das zonas;

b) as características dos equipamentos, como classe de temperatura, tipo de proteção e grau de proteção (IP);

c) os documentos técnicos com as informações especificas para a manutenção, como lista de peças de reposição, certificados de conformidade e as cópias dos relatórios de inspeções anteriores.

Profissionais capacitados

A autorização por parte do profissional habilitado dos executantes deve ser baseada nos conhecimentos técnicos necessários para a realização das tarefas, como:

a) tipos de proteção e seus princípios;

b) características funcionais do equipamento;

c) dados do certificado de conformidade;

d) procedimento de execução de serviços em áreas classificadas;

e) conhecimento dos manuais do fabricante.

Desta forma, para garantir a integridade dos equipamentos Ex, sua manutenção não pode ser limitada a uma lista de verificação. Há diversos requisitos que devem estar contidos em um Plano de Manutenção Ex (PMEx), elaborado por profissional habilitado e com a devida experiência na disciplina. O PMEx deve ser aderente às características da planta industrial, pois as várias atividades industriais e suas condições ambientais causam diferentes impactos que afetam a integridade da instalação Ex.

Estellito Rangel Júnior

Eletricidade Moderna

Tagged as: , , , , , , , , ,

Comentário fechado.